LACERDA ADVOCACIA
orçamento público

FARRA DAS DIÁRIAS SIMULADAS NA SECRETARIA DE SAÚDE DE CACOAL

SAÚDE E GABINETE JÁ TORRARAM MAIS DE 400 MIL EM DIÁRIAS

25/10/2021 13h41Atualizado há 1 mês
Por: REDAÇÃO

O Prefeito Municipal de Cacoal, Adailton Fúria, enviou ao legislativo municipal diversos projetos de lei visando o aumento das verbas  municipais  por meio de suplementação, transposição e remanejamento orçamentário.

Do total aprovado, mais de 4 milhões são para a secretaria de saúde, para pagamento de verbas trabalhistas, pagamento de vencimentos de servidores, e pagamento de diárias.

No momento de discussão do projeto, o Vereador Romeu da Farmácia questionou o fato de a prefeitura estar sempre pedindo a câmara liberação de dinheiro para saúde, sem que o serviço esteja sendo prestado a contento da população.

Romeu lembra dos problemas de atendimento no serviço público de saúde e insiste que é muito dinheiro para que o serviço deixe a desejar.

Logo a seguir pediu a palavra o vereador Dr. Paulo Henrique que denunciou que parte do dinheiro que a prefeitura pede que a câmara libere é para o pagamento de diárias de servidores da saúde, e que estas diárias são fictícias, e não para indenizar gastos com viagem, mas para aumentar a remuneração do servidores por meio de simulação de viagem para a percepção das diárias.

Somente nos primeiros meses do ano já foram gastos 182 mil reais em diárias na Secretaria de Saúde de Cacoal. Somadas as diárias da saúde com as do gabinete do prefeito os gastos com diárias passam de 400 mil reais em apenas 10 meses.

Segundo o vereador é estranho que o gerente de transporte da secretaria de saúde, que deveria permanecer no município organizando e dirigindo a frota municipal, esteja viajando toda semana para Porto Velho, Rolim, Colorado.

O vereador denuncia que pelo menos 2 servidores da saúde, cujos cargos não demandam tantas viagens, receberam 30 mil reais ( um deles 16 mil e outro 14 mil reais), em menos de 10 meses, a título de diárias, supostamente por motivo de viagens.

A seguir o vereador Zivan Almeida problematizou que enquanto acontece a farra das diárias, o município carece de equipamentos que custam menos de 100 reais e que fazem falta na saúde municipal.

Paulinho do Cinema, embora da base aliada do prefeito, disse que a câmara não pode responder pelo mau uso do dinheiro público, ressaltando que o parlamento libera o que o prefeito pede em razão da urgência alegada, e no interesse da população, mas que essa situação das diárias é muito complicada, e que tem servidores viajando para lugares que não fazem o menor sentido.