LACERDA ADVOCACIA 2
OIO
VACINAÇÃO

INVESTIGAÇÃO: BEBÊS DE 2 A 6 MESES RECEBEM VACINA ERRADA EM CACOAL

PELO MENOS 10 CRIANÇAS TERIAM RECEBIDO A VACINA PFIZER PARA ADULTO

18/04/2022 18h10
Por: REDAÇÃO

O Portal Estado de Rondônia teve acesso a uma denúncia, que foi enviada também ao Ministério Público, Promotoria de Cacoal, que informa que pelo menos 10 bebês entre 2 e 6 meses, receberam em lugar da vacina PENTAVALENTE, doses da vacina da Pfizer, contra Covid 19, na versão adulta.

Consta de denúncia que a Prefeitura Municipal abriu um procedimento interno para apurar a ocorrência, fato que foi confirmado ao E.R. por fontes ligadas a Secretaria Municipal de Saúde e a órgão ligados a fiscalização da saúde pública municipal.

Uma das crianças que receberam a vacina errada teria sofrido reações adversas e sido internada, estando atualmente em observação.

As vacinas para Covid 19 só foram liberadas pela Anvisa no início deste ano, mas somente para crianças entre 5 e 11 anos, e mesmo assim, na versão pediátrica do imunizante.

Estudos realizados pelo CDC nos Estados Unidos constataram diversos efeitos colaterais na versão pediátrica da vacina da Pfizer, entre os quais, ainda que mais raramente, “miocardite”, mas estes estudos não foram feitos com bebês, mas com crianças entre 5 e 11 anos.

A reportagem contatou a Secretária Municipal de Saúde, Janayna Gomes que confirmou que foi iniciada uma investigação para apurar a possível troca de vacinas em cerca de 10 crianças, e que os seus responsáveis foram contatados pela secretaria e que todas estão sendo monitoradas.

Segundo a Secretária, não houve incidentes graves com nenhuma das crianças e a suspeita de troca de vacinas aconteceu porque uma das vacinadoras se deu conta de que talvez as ampolas aplicadas fossem as de Covid e não as da Pentavalente, indicada para os bebês na ocasião, já que os rótulos eram muito parecidos.

Dois servidores foram afastados preventivamente e o Ministério da Saúde foi comunicado do ocorrido.